quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Grito Pré-Carnavalesco da Paróquia Mãe da Divina Providência









A Paróquia Mãe da Divina Providência irá realizar no próximo sábado, 30/01, após a Missa das 19:30 seu Grito de Pré-Carnaval 2016.
Os Abadás estão à venda por R$20,00. Na compra de dois Abadás ganhe um prato de petisco.
Crianças não pagam.
A Paróquia Mãe Divina Providência fica na Estrada dos Bandeirantes, 1755 na Taquara. Em frente ao BRT.


Não perca o Grito Pré-Carnaval 2016 da Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Providência!
Será no próximo sábado, dia 30/01, após a Missa das 19:30.
Abadás à venda: R$20,00.
Crianças não pagam e na compra de 2 abadás, ganhe um prato de petisco!

Colaboração: Marcelo Mendonça- PASCOM

sábado, 23 de janeiro de 2016

Retiro Rio de Água Viva-2016







O Movimento Renovação Carismática Católica (RCC) está organizando o Retiro Rio de Água Viva. O retiro irá acontecer nos três dias de carnaval, 07, 08 e 09 de Fevereiro, no Centro de Convenções Sul América, Avenida Paulo de Frontin, 1-Cidade Nova, de 08h30 as 17h30 . A entrada é franca.

Presença do Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de janeiro, Cardial Orani João Tempesta.


Fonte: RCC 

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Vicariato Jacarepaguá Terá Curso de Teologia







A Escola Mater Eclesiae irá promover no Vicariato Jacarepaguá um curso de Teologia. O curso irá acontecer na Paróquia São Sebastião em Vargem Grande, as inscrições já estão abertas.

Veja detalhes no cartaz a baixo:




































Fonte: Paróquia São Sebastião

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Comunidade da Vila Autódromo Acolhe Cardeal Dom Orani








No último sábado, dia 2 de janeiro, a capela São José Operário, recebeu a visita do Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta.

A visita teve como objetivo reforçar o apoio da igreja aos moradores remanescentes diante das remoções feitas pela prefeitura do Rio em razão dos jogos olímpicos.

Além disso, o terreno aonde se encontra a capela, foi passado oficialmente para a Arquidiocese, reforçando assim, o desejo da igreja de se manter no local, junto com os moradores.

Estiveram presentes na celebração, além de Dom Orani, Padre Carlinhos, antigo dono do terreno e padre da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, Padre Fábio Guimarães, antigo pároco da Paróquia São Marcelino Champagnat, a qual a capela pertence, Monsenhor Luiz Antônio Pereira, coordenador da Pastoral de Favelas e Padre Robert Josef Chrzaszcz, Vigário Episcopal do Vicariato Jacarepaguá.



Veja mais imagens acessando a nossa Página no faceboock
https://www.facebook.com/vicariatojpa/




























Veja mais imagens acessando a nossa Página:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.928718427177412.1073741831.564984123550846&type=3


Por: José Wellington


terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Comunidade São Pedro do Mar Inaugura Sua Capela do Santíssimo










O sábado, dia 19 de dezembro de 2015 ficará marcado na vida paroquial da Comunidade São Pedro do Mar. Após quase 30 anos de obras, lutas e orações, a comunidade conquista sua Capela do Santíssimo Sacramento. A inauguração aconteceu de forma solene, em Missa presidida pelo Cardeal Metropolitano da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de janeiro, Dom Orani João Tempesta, e contou com a participação do Vigário Episcopal de Jacarepaguá, Cônego Robert Josef Chrzaszcz e do Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima do Pechincha. Na solenidade Dom Orani abençoou a Capela, o Altar da capela e o Sacrário.

Era notória a emoção dos fiéis ao ver uma etapa da obra do Novo Templo vencida. Dentre eles o músico e coordenador da Pastoral da Música, Max Rodrigo:

“A Comunidade São Pedro do Mar está toda de parabéns!!”

“Um momento especial para agradecer a todos que contribuíram para termos a nossa capela pronta e nosso templo em andamento. Ao Bom Deus sejam dadas Glórias Eternamente.” Concluiu.





A Capela do Santíssimo tem capacidade para cerca de 70 pessoas, as peças foram elaboradas pelo Pároco, Cônego Zdzislaw Stanislaw Blaszczyk (Tiago) e foram confeccionadas na Polônia.

A Paróquia São Pedro do Mar está situada na Rua Gilberto Freyre, 100, no Recreio dos Bandeirantes, e foi fundada pela Congregação das Irmãs Mínimas.



Colaboração: Mônica Barbosa


sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Abertura da Porta Santa na Arquidiocese do Rio de janeiro






Neste domingo, 13, na Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro será aberta a Porta Santa. Pela manhã a abertura oficial será na Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de janeiro. A concentração será às 08h30min, na Igreja de Nossa Senhora do Carmo na Lapa, de onde irá acontecer a procissão em direção a Catedral.

No Vicariato Jacarepaguá a abertura dará às 16:00 no Santuário de Nossa Senhora de Shoenstatt, local escolhido para peregrinação neste Ano da Misericórdia dentro do Vicariato Jacarepaguá.















































Fonte: Sistema de Comunicação da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Solenidade da Imaculada Conceição de Maria











Para ser a Mãe do nosso Salvador, Maria foi enriquecida por Deus com dons dignos para ser a Mãe do seu Filho. No momento da Anunciação, o Anjo Gabriel saudou Maria como Cheia de Graça. Isto aconteceu para dar sentido o assentimento livre de sua fé ao anúncio de sua vocação era necessário que ela estivesse totalmente sob a moção da Graça de Deus.

Em 1854 foi proclamado pelo Papa Pio IX o dogma da Imaculada Conceição. Isto ocorreu porque ao longo dos séculos a Igreja foi tomando consciência de que Maria é “acumulada de graça” por Deus. Foi redimida de pecado desde a sua concepção.

A beatíssima Virgem Maria, no primeiro instante de sua Conceição, por singular, graça e privilégio de Deus Onipotente, em vista dos méritos de Jesus Cristo, Salvador do gênero humano foi preservada imune de toda mancha do pecado original.

Mais do que qualquer outra pessoa gerada, Deus a abençoou com “todas as bênçãos espirituais, nos Céus em Cristo” (Ef1,3). Ele “a escolheu “Nele” (Cristo), desde antes da fundação do mundo, para ser santa e imaculada em sua presença no amor” (Ef1,4).

A Igreja celebra a Solenidade da Imaculada Conceição de Maria, no dia 08 de dezembro, professando que a Mãe de Jesus, foi concebida sem o pecado original, herança com que todo Ser Humano nasce. A Festa é celebrada no Tempo Litúrgico do Advento, de preparação para o Natal. É Dia de Preceito, Dia de Santo de Guarda, ou seja, todo fiel católico deve participar da Santa Missa. Faltar a Santa Missa no dia 08 de dezembro é considerado Pecado Mortal, devendo procurar o Sacerdote para se confessar e voltar a receber a Santa Eucaristia. 

Procure saber o horário da missa neste dia em sua comunidade, ou procure uma paróquia dedicada a Nossa Senhora da Conceição.




quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Ano Santo da Misericórdia











A Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro se prepara para viver o Ano Santo da Misericórdia, convocado pelo Papa Francisco, uma oportunidade de profunda transformação dos fiéis, em que é concedido pela Igreja o dom da Indulgência Plenária.
O Jubileu da Misericórdia começará, oficialmente, no dia 8 de dezembro, na Solenidade da Imaculada Conceição, com a abertura da Porta Santa na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Também nessa data se comemora o 50º aniversário da conclusão do Concílio Vaticano II. Nas demais dioceses do mundo inteiro, a abertura das Portas Santas se dará no dia 13 de dezembro. Antes disso, em razão de sua solicitude pastoral, o Santo Padre abrirá a Porta Santa na Catedral de Bangui, na República Centro Africana, no dia 29 de novembro, quando em visita ao país. O encerramento do Ano Santo será no dia 20 de novembro de 2016.

          Abertura das Portas Na Arquidiocese do Rio







Na Arquidiocese de São Sebastião do Rio de janeiro, sete igrejas terão Portas Santas, ou seja, locais que representam, simbolicamente, uma porta por onde se passa como marca de transformação. São a marca de uma proposta de abandono dos velhos hábitos e busca pelo alcance da misericórdia de Deus e a mudança de vida.
No dia 13 de dezembro, quando serão abertas as Portas Santas do Rio, a primeira celebração será presidida pelo arcebispo metropolitano, Cardeal Orani João Tempesta, na Catedral de São Sebastião, às 10h. A missa será precedida por um momento de oração e procissão com início às 8h30 na Igreja Nossa Senhora do Carmo da Lapa, situada na Rua da Lapa, no Centro, em direção à Catedral, onde o cardeal celebrará missa após a abertura da Porta Santa e a proclamação do Ano Santo da Misericórdia.
As demais cerimônias ocorrerão no Santuário do Cristo Redentor, no Corcovado, às 12h, com Dom Antonio Augusto Dias Duarte; no Santuário de Nossa Senhora da Penha, na Penha, às 16h, com Dom Roque Costa Souza; no Santuário de Nossa Senhora de Schoenstatt, em Vargem Pequena, às 16h, Vicariato Jacarepaguá, com Dom Karl Josef Romer; na Igreja Nossa Senhora da Conceição, em Santa Cruz, às 18h, também com Dom Orani; na Igreja Coração Eucarístico, em Santíssimo, às 18h, com Luís Henrique da Silva Brito; e no Santuário da Divina Misericórdia, em Vila Valqueire, às 19h30, com Dom Paulo Cezar Costa.

Jubileu
“Há momentos em que somos chamados, de maneira ainda mais intensa, a fixar o olhar na misericórdia, para nos tornarmos nós mesmos sinal eficaz do agir do Pai. Foi por isso que proclamei um Jubileu Extraordinário da Misericórdia como tempo favorável para a Igreja, a fim de se tornar mais forte e eficaz o testemunho dos crentes”, afirmou o Papa Francisco em sua bula de proclamação do Jubileu Extraordinário, a Misericordiae Vultus.
Um jubileu é um momento de conversão vivido pela Igreja Católica a cada 25 anos. O Ano Santo é marcado pela proposta de conversão do espírito e pelo perdão definitivo dos pecados confessados e dos quais as pessoas se arrependem. Este perdão chega através do Sacramento da Reconciliação, mais conhecido como confissão. Além disso, o Ano Santo é também uma oportunidade para a concessão das indulgências.
Quando encontra uma necessidade urgente, o Papa pode convocar um Jubileu Extraordinário, como foi o caso da Misericórdia.

Proclamação, peregrinação, atuação e transformação:
“Transformar o quê? Esse mundo que está aí”, exclamou o coordenador arquidiocesano de pastoral, monsenhor Joel Portella Amado. Ele, um dos responsáveis do projeto para a vivência do Ano da Misericórdia na arquidiocese, explicou que a vivência do jubileu compreende diversas etapas, que podem e devem ser articuladas entre si. São elas a proclamação da misericórdia, a peregrinação, a atuação e a transformação. O objetivo desse conjunto de passos é conseguir transformar o mundo de hoje.

“Proclamação é explicar às pessoas o que é a misericórdia de Deus e quais as implicações dela. Isso pode e deve ser feito em qualquer lugar, desde o nível interpessoal até uma palestra”, pontuou monsenhor Joel.
A peregrinação consiste, como indica a origem da palavra, em caminhar pelo campo. “Significa, portanto, atravessar o que for preciso para conseguir o que é necessário. O carioca terá sete lugares para fazer a peregrinação”, completou o coordenador.
O rito consiste em as pessoas, como gesto de conversão interior, atravessarem essa Porta Santa e depois ouvirem a proclamação da misericórdia. Em seguida, rezar, se confessar e participar da missa. Essa etapa será realizada a partir do dia 13 nos sete locais referidos.

Gestos concretos
A Arquidiocese do Rio elaborou quatro gestos concretos especificamente voltados para a prática da misericórdia:
.A escuta; o perdão e a reconciliação; a mediação; e atuação junto aos jovens sob medida socioeducativa. Os quatro formam um movimento ascendente: a escuta e o perdão são preventivos, a mediação e a atuação junto aos jovens são corretivas. Essas propostas foram pensadas devido a algumas características de uma grande cidade como o Rio de Janeiro. A primeira característica é o descompasso entre uma população tão numerosa e a dificuldade que as pessoas têm de ser escutadas, de parar para dialogar e encontrar caminhos para a solução de seus problemas. “Escutar é um gesto de misericórdia muito atual, e todos os católicos são convocados a desenvolverem essa atitude”, disse monsenhor Joel.
.
Obras de Misericórdia
Para cada mês do Ano Santo, o Projeto Arquidiocesano indicou uma obra de misericórdia específica, diretamente ligada ao que as pessoas estão vivenciando. Pode ser o momento litúrgico ou uma realidade com a qual as pessoas estão acostumadas. “As pessoas podem escolher a obra de misericórdia que desejarem”, afirmou monsenhor Joel. “A lista das obras vai ser disponibilizada para todos. A indicação de uma obra por mês vai ajudar muito na unidade arquidiocesana, no sentido de que toda a arquidiocese estará agindo na mesma direção. Isso não significa retirar das pessoas a liberdade, mas chamar a atenção para a unidade. De algum modo, unidade e misericórdia estão muito ligadas”, completou.

Portas Santas na Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro

                                                     
Catedral de 
São Sebastião do Rio de Janeiro-Centro




    Santuário Cristo Redentor, no Corcovado 






    Santuário da Penha, na Penha  







Santuário da Divina Misericórdia, em Vila Valqueire







Igreja Coração Eucarístico de Jesus, em Santíssimo












Igreja Nossa Senhora da Conceição, em Santa Cruz







      Santuário de Schoenstatt, em Vargem Pequena





Fonte: Sistema ArqRio


quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Paróquia São Pedro Do Mar Convida Para Inauguração da Capela do Santíssimo













A Paróquia São Pedro Do Mar, situada na Rua Gilberto Freyre, 100, no Recreio dos Bandeirantes, convida para a inauguração de sua Capela do Santíssimo Sacramento. A solenidade irá acontecer no dia 19 de dezembro, sábado, às 19H, com Missa presidida pelo Cardeal Metropolitano da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, que irá abençoar o Sacrário.

A Capela do Santíssimo Sacramento é mais uma conclusão da obra do Novo Templo da Comunidade São Pedro do Mar e uma motivação de seu Pároco, Cônego Zdzislaw Stanislaw Blaszczyk (Tiago). E tem capacidade para 80 lugares.


Mais informações podem ser obtidas através da Secretaria Paroquial.


Colaboração: Mônica Barbosa, PASCOM-São Pedro do Mar

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Paróquia São Pedro Do Mar Promove Sua Quarta Ação Social












No domingo, 29, a Paróquia São Pedro do Mar promoveu mais uma Ação Social, com objetivo de dar atendimento de saúde, estética e social às pessoas carentes da Região do Recreio dos Bandeirantes e bairros vizinhos. 

Nesta edição a comunidade pôde usufruir de serviços como: DETRAN; Defensoria Pública; Agentes de Saúde, que orientaram participantes sobre a Dengue, Zica e a saúde do homem; controle da Hipertensão; limpeza de ouvido; teste de glicose; orientação nutricional; orientação psicológica; orientação da saúde bucal; fonoaudiologia; aplicação de massagem terapêutica; corte de cabelo.





A Ação Social é uma motivação do próprio Pároco, Cônego Zdzislaw Stanislaw Blaszczyk (Tiago), que, sentindo a necessidade da população carente da região implantou-a em junho de 2014. E acontece duas vezes ao ano, iniciando sempre com a Santa Missa e uma bênção especial aos profissionais, que neste dia doam de coração seus serviços em prol dos mais carentes.








































“A Ação Social é um momento na vida do calendário de nossa paróquia, quando nós beneficiamos as pessoas mais carentes destes serviços”. Disse Cônego Tiago.




Colaboração: 
Texto: Mônica Barbosa
Imagens: Bruna Almeida

PASCOM, São Pedro Do Mar